Transformando a Sucessofobia em Sucessomania

Pessoas com sucessofobia não se permitem estar felizes se sabem que alguém próximo não está. Sabotam sua própria felicidade para não sentirem-se culpadas. Outros, têm tanto medo de serem alvo de inveja que não contam a ninguém sobre suas vitórias e até evitam-nas. Há também aqueles que são tão ansiosos por resultados extraordinários que freqüentemente se frustram, mesmo conquistando alguma coisa boa. Como sempre acham que poderia ter sido melhor, evitam as conquistam para não sentirem novamente a sensação de frustração. Mas é preciso destacar que esse tipo de comportamento é completamente inconsciente, para que ninguém que não consiga o que quer, ainda tenha que carregar o sentimento de cu

Conflito de gerações

Enquanto a geração anterior admirava segurança no trabalho e autonomia absoluta, a nova apregoa a inovação e o risco. Como lidar com este conflito de gerações? Dr. João da Silva, profissional muito bem sucedido, cujo auge da carreira ocorreu nos anos 70 (período em que a odontologia acontecia praticamente “sozinha”, sem grandes esforços), agora divide o consultório com o filho Dr. João Silva Júnior, que acaba de se formar e já está fazendo especialização. Júnior tem ideias audaciosas e acredita que a clínica precisa passar por uma radical transformação, tanto do ponto de vista da estrutura física quanto no modelo de atendimento, equipamentos etc. Ele quer informatizar tudo e abandonar o sist

Gestão eficaz: resultados consistentes

A consistência não vem de momentos de sucesso, mas da sucessão de bons momentos. Durante uma aula ministrada por mim recentemente num curso presencial, me deparei na sala com um bom número de colegas participantes, usando sem parar sua mãos e seus olhos nas telas de smartphones e tablets. Felizmente mantive o foco e a atividade transcorreu normalmente, mas foi inevitável a reflexão: com tantas informações e novidades, é possível estruturar atualmente projetos com duração maior que, quem diria, 24 horas? Historicamente – independente deste momento frenético da sociedade moderna – os profissionais de saúde em geral sempre consideraram um plano comercial como algo que dura alguns meses ou, no m

Nos trilhos do sucesso

Você está procurando ser um profissional de sucesso? Claro que sim! Se não estivesse, acho que não estaria sequer lendo este artigo. Mas o que você tem feito para alcançar essa realização profissional ? Tem feito cursos, comprado equipamentos novos e participado de congressos, não é mesmo ? Tudo isso é muito bom, importante e necessário, mas não é suficiente. Sucesso é como andar de trem Para alcançar o sucesso profissional é necessário fazer como as locomotivas: andar sobre dois trilhos. São duas linhas absolutamente paralelas, idênticas, de mesmo tamanho, tipo de metal, altura, etc. Se houver qualquer alteração ou desvio em uma delas, o trem ou não anda ou poderá sofrer um grave acidente a

4 estratégias para aumentar a sua receita

Há, em tese, 4 macro estratégias possíveis para que uma empresa (lembre-se que um consultório é, por definição, uma empresa) possa aumentar sua receita: 1. Ampliando o tamanho do mercado em que atua; 2. Ampliando a sua participação de mercado; 3. Ampliando o ticket médio de compra; 4. Ampliando a freqüência de compra. Ampliando o tamanho do mercado em que atua Ampliar o tamanho do mercado significa aumentar a aceitação do serviço que você faz/vende por parte dos possíveis consumidores, de modo que mais pessoas queiram e possam comprá-lo. Pode também ampliar a área geográfica de sua atuação, incorporar novos serviços ao seu cardápio ou ainda pensar em ações (individuais ou

Faça de sua ficha clínica um diferencial

Hoje quero falar sobre um assunto aparentemente muito simples: a ficha clínica. Por detrás desse simples papel (ainda que a ficha clínica seja feita por computador), há muita coisa a ser dita ou muita coisa a ser aproveitada… e que provavelmente não está sendo. Ao contrário do que deve estar imaginando, não vou falar da obrigação e da necessidade de se manter as corretas anotações dos procedimentos por motivos odonto-legais. Também não vou ficar martelando o fato de que precisa guardar as fichas por um longo tempo (até 20 anos, segundo a maioria dos pareceres sobre o assunto). Tudo isso está exaustivamente escrito e falado por todos os professores de odontologia legal do Brasil, e do mundo.

Planejamento: você sabe mesmo para onde está indo?

Você tem um planejamento estratégico para a sua carreira? Pense bem. Você alguma vez já parou para traçar os seus objetivos de longo prazo? O que gostaria de estar fazendo daqui a 5 anos? Quer estar no mesmo local e no mesmo consultório onde está hoje ou almeja algo mais? O que quer mudar em suas atividades pessoais, em sua formação técnica, em sua rotina pessoal e familiar? Quanto gostaria de estar ganhando? Onde gostaria de estar trabalhando num futuro próximo? Tenho observado que a imensa maioria das pessoas não traça seus objetivos profissionais, nem mesmo pessoais. Simplesmente “vão levando” a vida e deixando-se abertos (alguns nem isso) para algumas portas que porventura venham a se ab

Por que muitos dos meus colaboradores não param na clínica?

Você talvez já tenha feito esta pergunta a si mesmo: “Por que muitos dos meus colaboradores não ficam na clínica?” Caso você não esteja familiarizado com o termo, colaborador pode aqui ser entendido como funcionário ou qualquer prestador de serviço. Pode ser o profissional que você contratou para trabalhar na sua clínica por produção, por exemplo. Há várias razões para que colaboradores talentosos optem por sair de sua clínica. Aqui vão algumas destas razões mais comuns, para que você possa refletir a respeito: 1. O próprio líder (vamos assim chamar o dono da clínica ou gerente) impede ou dificulta que o colaborador desempenhe um bom trabalho, não lhe dando tempo, material de trabalho adequa

Você conhece a “Teoria do Balde Furado”?

A Teoria do Balde Furado é uma metáfora: o balde é a sua clínica, água são seus pacientes e os furos são oportunidades de melhorias que você precisa fazer. Mais do que prospectar novos clientes, o segredo do sucesso de qualquer empresa é saber manter e fidelizar os que já tem. Por isso, o Dr. Henrique Taniguchi e Dr. Plínio Tomaz prepararam uma aula para você que está aberto a encontrar sempre novas oportunidades de melhorias. Veja algumas técnicas de pesquisa simples que você ou o seu pessoal mesmo pode aplicar aí no seu consultório para detectar os seus “buracos do balde” e consertá-los: Comece já a fazer as suas sondagens. Lacre seu “balde” para não perder mais nenhuma “gota d’água”. Lemb

Redes Sociais: como estar presente nelas?

Uma dúvida muito recorrente aos profissionais é como estar presente nas redes sociais. Uma coisa é certa: esteja. O uso inteligente de redes sociais como o Instagram, Facebook, Snapchat e até mesmo o WhatsApp é muito benéfico para o seu negócio. É uma forma das pessoas se sentirem próximas a você e ao seu trabalho. Veja nesse vídeo do Dr. Henrique Taniguchi como ele venceu sua resistência inicial ao uso das redes sociais: Comece agora mesmo! Caso você não queira usar seus perfis pessoais para compartilhar fatos da sua vida e do seu trabalho, abra perfis da sua clínica, pois os recursos para empresas são mais avançados em algumas redes sociais. O importante é que o público te conheça e que ac

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga

Odonto

Visite

Rua Urano ,195 -  Aclimação

São Paulo,SP

Ligue

(11) 3151-3700 | 3129-8919

(11) 98780-5368 - WhatsApp

Copyright by GRUPO TOMAZ. 2018

Entre em contato

contato@tomazmkt.com.br